Aguarde...
Carregando atendimento
Perguntas Frequentes
Resolva suas dúvidas
São Paulo e celulares
(11)­ 3197-4396­
Demais regiões
0800-580-0836­
WhatsApp
(11)­ 99636-6171­
    


 
Encontre seu curso por ordem alfabética:
ABC DEF GH I JKL MNO PQR STU VWX YZ

 
Compartilhar no Google +  Compartilhar no Twitter

Curso de Execução de Estruturas de Concreto Armado

Curso online de Execução de Estruturas de Concreto Armado
 
 

Inicio imediato
Curso livre
Sem mensalidades
Certificado incluso
Compatível com celulares e tablets
Abatemos carga horária
Metodologia de autoaprendizagem
Interação entre alunos
Utilize em progressão funcional
Utilize em complemento de horas
Utilize para aprimorar seu currículo
Utilize em concursos públicos
Nome do curso personalizável
Sala de aula virtual
Prova final simples e dinâmica
Satisfação ou devolução do seu dinheiro
Carteira de estudante opcional
Escola associada ABED

 
 


      
 
Esse curso é ideal para pedreiros e mestres de obras que desejam se aperfeiçoar em técnicas para realizar obras com concreto armado. Você aprenderá sobre madeiramento, como fazer vigas, colunas, sapatas e muito mais. O curso também conta com uma apostila voltada para o cálculo do projeto estrutural em concreto armado.

Conteúdo 1: Manual de Execução de Estruturas de Concreto Armado

  • Apresentação
  • O sistema de fôrmas
  • Fôrmas para concreto
  • Funções do sistema de fôrmas
  • Cargas atuantes nas fôrmas
  • Nomenclatura básica
  • Pilares
  • Vigas
  • Lajes
  • Sistema completo
  • Materiais empregados nas fôrmas
  • Molde
  • Cimbramento
  • Escoramento e vigamento
  • Travamento
  • Mãos-francesas
  • Acessórios
  • Os sistemas de fôrmas para concreto disponíveis: classificação e descrição
  • Caracterização dos sistemas
  • Fôrmas para elementos verticais
  • Fôrmas para elementos horizontais
  • O mercado de sistemas de fôrmas
  • O processo de produção das armaduras
  • Definições de nomenclatura
  • Matéria-prima
  • Especificações e características
  • Massa linear
  • Propriedades mecânicas
  • Dobramento
  • Aderência
  • Aferição da qualidade do aço
  • O emprego de armaduras de aço
  • Disposições construtivas gerais das armaduras
  • Afastamento mínimo das barras
  • Ancoragem das armaduras
  • Ancoragem por meio de dispositivos mecânicos
  • Emendas das barras das armaduras
  • Cobrimento das armaduras
  • Disposições construtivas específicas quanto aos principais elementos estruturais das edificações
  • Armadura dos pilares
  • Considerações gerais sobre o elemento estrutural
  • Arranjos longitudinais das armaduras dos pilares
  • Arranjos transversais das armaduras dos pilares
  • Armadura das vigas
  • Considerações gerais sobre o elemento estrutural
  • Arranjos longitudinais das armaduras
  • Arranjos transversais das armaduras
  • Armaduras das lajes
  • Considerações gerais sobre o elemento estrutural
  • Critérios de arranjo geral
  • Arranjos longitudinais das armaduras
  • Arranjos transversais das armaduras
  • Concretagem
  • Concreto e as suas formas de produção
  • A execução da concretagem
  • Recebimento
  • Transporte
  • Aplicação
  • Lançamento
  • Espalhamento
  • Adensamento
  • Acabamento superficial
  • Cura
  • Controle do processo de concretagem

Conteúdo 2: Produção de Estruturas de Concreto Armado em Edifícios

  • Introdução
  • A produção da estrutura de edifícios com concreto armado
  • Produção das fôrmas e escoramento
  • Conceituação
  • Propriedades ou requisitos de desempenho (para atender as funções das fôrmas)
  • O custo da fôrma no conjunto do edifício
  • Elementos constituintes de um sistema de fôrmas
  • Principais materiais utilizados para a produção de fôrmas
  • O conceito estrutural das fôrmas
  • Estudo do sistema convencional de fôrmas de madeira
  • Características da fôrma de laje
  • Características da fôrma de viga
  • Características da fôrma do pilar
  • Estudo de sistemas de fôrmas racionalizadas
  • Objetivos da racionalização do sistema de fôrmas
  • Recomendações de projeto do edifício para aumentar a racionalização
  • Ações de racionalização do sistema de fôrmas
  • Parâmetros para escolha ou projeto do sistema de fôrmas
  • Considerações sobre a execução das fôrmas
  • Outros tipos de fôrma
  • A montagem da armadura
  • Introdução
  • A compra do aço
  • A organização do aço no canteiro
  • Corte da armadura
  • Preparo da armadura
  • Montagem da armadura
  • Aspectos sobre a produção da estrutura de concreto armado
  • Recebimento do sistema de fôrmas
  • Montagem das fôrmas dos pilares
  • Controle de recebimento da montagem dos pilares
  • Montagem de fôrmas de vigas e lajes
  • Controle de recebimento da fôrma de vigas e lajes
  • Procedimentos para a concretagem dos pilares
  • Verificação da concretagem do pilar
  • Colocação das armaduras nas fôrmas de vigas e lajes
  • Verificações para liberação da armadura de vigas e lajes
  • Procedimentos para a concretagem das vigas e lajes
  • Procedimentos recomendados para lançamento do concreto
  • Procedimentos para desforma

Conteúdo 3: Controle Tecnológico Básico do Concreto

  • Conceituação geral
  • Concreto
  • Concreto armado
  • Durabilidade do concreto
  • Durabilidade do concreto armado
  • Sentido econômico do concreto armado
  • Fissuração do concreto armado
  • Vantagens e desvantagens do concreto armado
  • Constituição do concreto
  • Elementos constituintes do concreto
  • Cimento
  • Tipos de cimento
  • Cimentos portland
  • Cimentos portland modificados
  • Agregados
  • Propriedades gerais
  • Agregados miúdo
  • Agregado graúdo
  • Água
  • Aditivos
  • Propriedades do concreto
  • Propriedades do concreto fresco
  • Preparação do concreto
  • Consistência do concreto fresco
  • Transporte e colocação do concreto
  • Propriedades do concreto normal endurecido
  • Cura do concreto
  • Resistência à compressão simples do concreto
  • Dosagem do concreto normal
  • Finalidade da dosagem
  • Resistência da dosagem
  • Processos de dosagem
  • Concreto de granulometria contínua
  • Dosagem de concretos com granulometria contínua
  • Cálculo do traço em peso
  • Cálculo do traço em volume
  • Dosagem de concretos com agregados de granulometria descontínua
  • Referências bibliográficas

Conteúdo 4: Concreto Armado - Projeto Estrutural de Edifícios

  • Concepção estrutural
  • Introdução
  • Generalidades
  • Identificação dos elementos estruturais
  • Elementos lineares
  • Elementos bidimensionais
  • Elementos tridimensionais
  • Sistemas estruturais compostos de elementos
  • Descrição da estrutura de um edifício
  • Generalidades
  • Disposição dos elementos estruturais
  • Arranjo estrutural
  • Sistemas estruturais usuais
  • Subsistemas horizontais
  • Subsistemas verticais
  • Idealização das ações
  • O modelo mecânico
  • Custo da estrutura
  • Referências bibliográficas
  • Ações a considerar nos projetos de edifícios
  • Introdução
  • Generalidades
  • Ações permanentes
  • Ações permanentes diretas
  • Ações permanentes indiretas
  • Ações variáveis
  • Ações variáveis normais
  • Ações variáveis especiais
  • Ações excepcionais
  • Valores das ações permanentes
  • Ação permanente de componentes utilizados em edifícios
  • Peso próprio de alvenaria revestida de um tijolo furado
  • Peso próprio de vários materiais usualmente empregados
  • Exemplo de consideração de ações permanentes em lajes
  • Peso próprio de paredes não definidas no projeto
  • Cálculo dos esforços solicitantes de lajes com ação de paredes definidas no projeto
  • Ações variáveis normais
  • Consideração das ações variáveis normais nos pilares
  • Exemplo de consideração de ações variáveis em lajes
  • Ação do vento
  • Cálculo das forças devidas ao vento em edifícios
  • Procedimento de cálculo
  • Cálculo dos esforços solicitantes
  • Efeitos dinâmicos
  • Exemplo de cálculo das forças por causa do vento
  • Velocidade característica do vento
  • Velocidade básica do vento
  • Fator topográfico
  • Fator S2
  • Fator estatístico S3
  • Velocidades característica do vento
  • Pressão dinâmica
  • Determinação dos coeficientes de arrasto (CA)
  • Direção do vento perpendicular à fachada de menor área
  • Direção do vento perpendicular à fachada de maior área
  • Determinação das forças relativas ao vento
  • Direção do vento perpendicular à fachada de menor área
  • Direção do vento perpendicular à fachada de maior área
  • Outras ações
  • Variação da temperatura
  • Ações dinâmicas
  • Ações excepcionais
  • Retração
  • Fluência
  • Referências bibliográficas
  • Escolha da forma da estrutura
  • Aspectos gerais
  • Anteprojeto da forma da estrutura de um edifício
  • Dimensões mínimas dos elementos estruturais
  • Lajes
  • Vigas e vigas-parede
  • Pilares e pilares-parede
  • Paredes estruturais
  • Fundações
  • Dimensões econômicas para pré-dimensionamento de elementos estruturais
  • Escolha das posições dos elementos estruturais
  • Pré-dimensionamento da estrutura dos pavimentos
  • Referências bibliográficas
  • Análise estrutural
  • Considerações iniciais
  • Estabilidade global de edifícios
  • Parâmetro de instabilidade a
  • Coeficiente YZ
  • Análise de estruturas de nós móveis
  • Consideração da alvenaria
  • Esforços solicitantes por causa de imperfeições globais
  • Ações horizontais
  • Considerações iniciais
  • Modelos para determinação dos esforços solicitantes
  • Modelos de pórticos planos
  • Modelo tridimensional
  • Métodos simplificados
  • Valores das ações a serem considerados nos projetos
  • Valores representativos das ações
  • Valores de cálculo
  • Coeficientes de ponderação das ações no estado limite último
  • Combinações das ações
  • Combinações a considerar
  • Combinações últimas
  • Combinações de serviço
  • Referências bibliográficas
  • Lajes maciças
  • Exemplos de esquemas estáticos para lajes maciças
  • Laje isolada, apoiada em vigas no seu contorno
  • Duas lajes contíguas
  • Lajes em balanço
  • Tipos de condições de vinculação para lajes isoladas
  • Condições de vinculação diferentes das indicadas nas tabelas
  • Vãos efetivos das lajes
  • Altura útil e espessura
  • Cálculo dos esforços solicitantes
  • Reações de apoio
  • Exemplo 1
  • Exemplo 2
  • Cálculo mediante tabelas
  • Exemplo 1
  • Exemplo 2
  • Exemplo 3
  • Cálculo dos momentos fletores
  • Equação diferencial da superfície elástica
  • Momentos fletores e compatibilização
  • Cálculo mediante tabelas
  • Exemplo 1
  • Exemplo 2
  • Exemplo 3
  • Cálculo dos momentos fletores finais
  • Esforços solicitantes em lajes com ação linearmente distribuída - paredes sobre lajes
  • Lajes armadas em duas direções
  • Lajes armadas em uma direção
  • Parede na direção perpendicular a armadura principal
  • Parede paralela à armadura principal
  • Dimensionamento das lajes maciças
  • Verificação das tensões tangenciais
  • Lajes sem armadura para força cortante
  • Verificação das tensões normais - cálculo das armaduras
  • Cálculo das armaduras longitudinais de tração
  • Distribuição das armaduras de flexão
  • Armaduras junto à face inferior da laje (positivas)
  • Armadura junto à face superior da laje ( negativas )
  • Momentos volventes
  • Verificação dos estados limites de serviço
  • Estado limite de deformação excessiva
  • Estado limite de formação de fissura
  • Estado limite de deformação
  • Estado limite de fissuração
  • Referências bibliográficas
  • Exemplo de projeto de pavimento de edifício
  • Escolha da forma estrutural
  • Verificação das dimensões indicadas na planta arquitetônica
  • Cálculo das distâncias entre as faces das vigas
  • Dimensionamento das lajes
  • Vinculação, vãos teóricos, espessuras das lajes
  • Desenho da forma estrutural
  • Ações nas lajes
  • Ações permanentes diretas
  • Ação relativa ao enchimento na laje l02
  • Ação das paredes na laje l02
  • Ações variáveis normais
  • Ações atuantes na laje l03
  • Cálculo dos esforços solicitantes
  • Cálculo e detalhamento das armaduras
  • Verificação das tensões tangenciais
  • Verificação dos estados limites de serviço
  • Momento de fissuração
  • Verificação dos estados limites de deformação excessiva
  • Verificação das aberturas das fissuras
  • Referências bibliográficas

 
  

Ainda com dúvidas sobre o Curso online Execução de Estruturas de Concreto Armado?

Acesse nossa página de Perguntas Frequentes (FAQ) e veja se sua dúvida já tem uma resposta imediata cadastrada.
 
Você também pode entrar em contato com a CursosVirtuais.net usando os canais da nossa Central de Atendimento ao Aluno.
 
 
 
  Veja também
 
Assentamento de Pisos, Cerâmicas e Azulejos

Assentamento de Pisos, Cerâmicas e Azulejos

Aprenda a colocar azulejos, pisos, cerâmicas e mosaicos com nosso curso.

A partir de
3x de R$ 9,00
ou R$ 27,00 no boleto
 Vantagens do curso

 
Concreto Armado - Teoria e Cálculo

Concreto Armado - Teoria e Cálculo

O Curso de Concreto Armado - Teoria e Cálculo é um curso completo destinado a engenheiros, arquitetos e estudantes focado na teoria e cálculo. É um material de excelente qualidade que serve para estudos e também consultas de profissionais que já atuam na área.

A partir de
3x de R$ 10,00
ou R$ 30,00 no boleto
 Vantagens do curso

 
Construção de Casas e Edifícios

Construção de Casas e Edifícios

O curso de Construção de Casas e Edifícios traz um conteúdo necessário para o desenvolvimento de um profissional capacitado e diferenciado. O curso disponibiliza uma linguagem objetiva e clara no qual facilita o aprendizado e a futura elaboração de projetos. Indicados para engenheiros, técnicos, pedreiros e mestres de obras.

A partir de
3x de R$ 6,00
ou R$ 18,00 no boleto
 Vantagens do curso

 
Modelos de Projetos e Escadas

Modelos de Projetos e Escadas

Você vai construir? Então não deixe de adquirir o Curso de Modelos e Projetos ter idéias de projetos de casas, chalés, apartamentos e escadas!

A partir de
3x de R$ 8,00
ou R$ 24,00 no boleto
 Vantagens do curso


      CURSOSVIRTUAIS.NET
OTAVIO MEDEIROS DIAS EPP
CNPJ 08.179.401/0001-62
Caixa Postal 446, Ibiúna/SP - CEP 18150000
Atendimento ao aluno:
0800-580-0836 / (11)­ 3197-4396 / (11)­ 99636-6171
atendimento@cursosvirtuais.net
De Segunda a Sexta, das 08h00 às 17h00, exceto feriados